• sa
    Clínica de Cirurgia Oral
    e Maxilar de Setúbal
  • sa
    Plano de tratamento
    individualizado
    Técnicas e Produtos
    de elevada qualidade
  • sa
    Sedação Consciente
    Controlo da dor e ansiedade

Bem vindo à Setimplante

Fundada em 1997 a Clínica Setimplante é uma unidade de saúde multidisciplinar dedicada à implantologia, reabilitação oral e estética, prestando também cuidados no âmbito das restantes áreas da Estomatologia/ Medicina Dentária.
Somos uma equipa médica experiente, responsável e disponível, que tem ao seu dispor o que de melhor e mais avançado se pode oferecer aos nossos pacientes. A clínica Setimplante tem parcerias com a Nobel Biocare®, líder mundial na produção de implantes, e outras empresas com provas dadas no mercado, refletindo na prática clínica o que de mais atual se faz na área de implantologia/ reabilitação oral (Nobel Clinician®, Nobel Guide®, Nobel Procera®).

A Clínica

A Setimplante está localizada no centro da cidade de Setúbal, junto ao Hospital de S.Bernardo.
A clínica possui 3 gabinetes médicos equipados e um bloco operatório especialmente dedicado à prática cirúrgica.

A Nossa Equipa

A evolução permanente da Estomatologia/ Medicina Dentária exige uma actualização constante de técnicas e profissionais.
Assim, alicerçado nas mais avançadas tecnologias, a Setimplante oferece diversas soluções adaptadas a cada paciente.

Dr. Fernando PeresDirector Clínico Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto em 1983 (OM - 27741). Especialista em Estomatologia em 1991 - Hospital de S. José.
Ex-Director do Serviço de Estomatologia do Hospital de S. Bernardo - Setúbal.
Prática privada essencialmente nas áreas de Cirurgia Oral, Implantologia e Reabilitação Oral.
Drª. RosÁrio Marques Sub-directora Clínica

Licenciada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa em 1984 (OM-28538).
Especialista em Estomatologia em 1995 - Hospital de S. José. Assistente hospitalar de Estomatologia C.H.L.C.. Co-responsável pela consulta de Ortodontia do Hospital de S. José.
Pós-graduação em Ortodontia pela Fundacion Gnathos. Pós-graduação em Ortodontia pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Subespecialidade em Ortodontia pela Ordem dos Médicos.
Master de Especialização em sistemas auto-ligáveis - Damon System ®.

Dr. AntÓnio Figueiredo Especialista em Estomatologia

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa em 1984 (OM - 28361).
Especialista em Estomatologia em 1991 - Hospital Egas Moniz. Pós-graduação em Ortodontia pela Fundation Gnathos. Pós-graduação em Ortodontia pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Subespecialidade em Ortodontia pela Ordem dos Médicos.
Master de Especialização em sistemas auto-ligáveis - Damon System ®.
Certificação em tratamento de apneia do sono com dispositivos intra-orais de avanço mandibular.

Drª. Vanessa Alves Médica Dentista

Mestre em Medicina Dentária pela Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa
(OMD - 8583).
Pós-graduação em Periodontologia Clínica Internacional pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz.
Curso de Sedação consciente pela Malo Clinic.

Drª. Sara Tomé Médica Dentista

Mestre em Medicina Dentária pela Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (OMD - 11230).
Pós-graduação em Clínica Integrada de Medicina Dentária na FMDUL.
Curso de Endodontia RPCEndo.
Curso de Reabilitação de Dentes Endodonciados RPCEndo.
Curso Clínico de Endodontia e Reabilitação RPCEndo.

Drª. Bárbara Fernandes Médica Dentista

Mestre em Medicina Dentária pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz (OMD - 12222).
Curso Intensivo de Odontopediatria pela Malo Clinic.

João Ribeiro Higienista Oral

Licenciatura em Higiene Oral pelo Instituto Superior do Alto Ave.
Curso Pós-Graduação em Periodontologia e Implantes para Higienistas Orais pela MD Clínica.

João Cipriano Higienista Oral

Licenciado em Higiene Oral pela Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa, Curso de Oncologia Oral, Curso de Branqueamento Dentário.

Rosalina Modas assistentes / rececionistas
Gloria lisboa assistentes / rececionistas
Nádia assistentes / rececionistas

Invisalign

Aparelhos invisíveis e removíveis

Na Setimplante disponibilizamos a mais recente inovação na área da ortodontia :os aparelhos invisíveis e removíveis da Invisalign.

Invisalign consiste num tratamento ortodontico estético e confortável para os pacientes, alternativo aos aparelhos tradicionais com braquetes metalizadas , mas com resultados semelhantes.

Neste tratamento são criados aparelhos alinhadores, removíveis e transparentes. Estes alinhadores são concebidos especificamente para cada paciente e vão sendo substituídos pelo próprio em intervalos indicados para cada caso . Isto significa que o paciente não tem de se deslocar à clínica com tanta frequência.

À medida que os aparelhos alinhadores vão sendo substituídos, os dentes vão-se movimentando, semana a semana, até estarem perfeitamente alinhados na posição final estabelecida pelo Médico ortodontista no plano de tratamento do caso clínico

Adicionalmente o Invisalign, é um aparelho muito confortável pelo facto de ser removível e poder ser retirado para comer , bem como lhe permitir fazer a sua higiene oral como fazia antes de iniciar o tratamento.

Sedação Consciente

Controlo de dor e ansiedade.

A sedação consciente com protóxido de azoto provoca um estado de depressão mínima do sistema nervoso, em que o paciente continua a ser capaz de responder a estímulos físicos e a comandos verbais.

É um procedimento seguro que controla a dor e a ansiedade enquanto o gás é inalado, sendo completamente eliminado pelo organismo e rapidamente expelido quando é descontinuado.

Este método de tornar as consultas mais agradáveis é ideal para as crianças, mas é utilizado também em adultos que sintam uma ansiedade difícil de controlar quando necessitam de realizar um tratamento dentário. Se acha que este é o método ideal para si contacte-nos.

Implantologia

A Implantologia é a especialidade da Estomatologia/ Medicina Dentária dedicada
à reabilitação das ausências dentárias através da colocação de implantes.

Os implantes são estruturas em titânio, um material biocompatível com os tecidos humanos, que são colocados na maxila, na mandíbula ou no osso zigomático com o objetivo de substituírem as raízes de dentes que já haviam sido perdidos.

Sobre os implantes podem ser colocadas coroas unitárias ou pontes fixas que substituam a dentição natural.

Oferecem assim uma solução segura, duradoura e confortável para a substituição de um ou mais dentes.

Com a utilização de implantes dentários o paciente deixa de ter de optar por soluções tão desconfortáveis e inestéticas como as próteses removíveis suportadas pela mucosa e pelos dentes remanescentes. Nesse sentido, os implantes apresentam vantagens notórias, não só no aspeto funcional e estético, mas contribuindo também para um incremento significativo da autoconfiança do paciente.

Para além destas vantagens os implantes proporcionam também:

- Manutenção da estrutura óssea e da estética facial;

- Restituição da capacidade mastigatória;

- Manutenção da integridade dos dentes vizinhos;

- Melhoria substancial na confiança e segurança dadas pelos dentes naturais, proporcionando ao paciente uma melhor auto-estima, sem qualquer inibição social.

A vasta experiência dos nossos profissionais, a existência de protocolos de atuação bem definidos levou-nos a uma taxa de sucesso de 95% no tratamento com implantes dentários. Naturalmente como outros tratamentos médicos e médico- dentários o sucesso depende de vários fatores tais como as características anatómicas e fisiológicas de cada paciente, os seus hábitos de higiene oral, hábitos tabágicos, entre outros.

Para a resolução dos casos de menor disponibilidade óssea e recorrendo às técnicas imagiológicas, tais como a TAC e estudos computorizados a 3D para o planeamento de cada caso, é possível realizar uma cirurgia guiada (Nobel Guide®), não invasiva, com um dispositivo cirúrgico previamente fabricado de acordo com o plano de tratamento. Existe por isso um menor risco de lesão de estruturas anatómicas importantes e um melhor pós-operatório. Para estes casos a técnica All-on-4™, considerada um dos maiores avanços na Medicina Dentária, permite ainda a reabilitação oral total com a colocação de 12 dentes fixos sobre apenas quatro implantes.

Especialidades

Medicina Oral

A Medicina Oral é a área da Estomatologia/ Medicina Dentária que se ocupa da prevenção, diagnóstico e tratamento das patologias dos tecidos moles (gengivas e mucosas) e duros (dentes e ossos) da cavidade oral. A obtenção de uma história clínica completa, correlacionando os antecedentes pessoais, as patologias coexistentes e a medicação habitual, são a prática dos nossos profissionais. A vasta experiência clínica, consolidada ainda em prática hospitalar, permite oferecer segurança, rigor e eficácia no exercício desta disciplina

Cirurgia Oral

Uma das áreas mais abrangentes da Estomatologia/ Medicina Dentária é a Cirurgia Oral. Dedica-se ao tratamento de alterações, lesões e patologias da cavidade oral e estruturas anexas, é responsável por todos os atos cirúrgicos. Funciona em articulação com outras especialidades como a Implantologia, a Periodontologia, a Endodontia, a Prostodontia e a Ortodontia para um plano de tratamento multidisciplinar. A correção das alterações e patologias da cavidade oral permite melhorar significativamente a capacidade estética e funcional, nomeadamente as funções fonéticas, de mastigação e deglutição, em muitos casos com resultados importantes na autoconfiança e envolvimento social dos pacientes. A prática clínica de muitos anos de treino cirúrgico, com protocolos bem definidos e seguros, permite um rigoroso e eficaz desempenho dos profissionais da nossa equipa.

Periodontologia

A Periodontologia é a especialidade da Estomatologia/ Medicina Dentária dedicada à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças que afetam o periodonto, ou seja, o conjunto de tecidos que incluem para além da gengiva, o osso e o ligamento periodontal, que são responsáveis pela manutenção dos dentes nos maxilares.
As doenças periodontais são provocadas pela acumulação de bactérias na cavidade oral. O depósito de placa bacteriana e de tártaro no sulco existente entre a gengiva e os dentes provoca uma inflamação crónica que destrói os tecidos que suportam os dentes.
As doenças periodontais dividem-se em dois grandes grupos: a gengivite e a periodontite. A gengivite é provocada pela acumulação de bactérias no sulco gengival, originando inflamação e consequente sangramento da gengiva.
Uma pessoa com deficiente higiene oral pode ser suscetível de desenvolver gengivite, contudo existem determinados fatores como a gravidez, a puberdade, dentes mal posicionados ou uso de próteses difíceis de higienizar que podem potenciar o aparecimento desta patologia.
Quando a gengivite não é corretamente diagnosticada e tratada, pode progredir em alguns indivíduos transformando-se num problema mais complexo que afeta outros tecidos para além das gengivas. Neste caso já nos referimos a uma periodontite que provoca perda óssea irreversível, com consequente mobilidade dentária, sendo a principal causa de perda dentária nos adultos.
O stress, o tabagismo ou algumas doenças sistémicas como a diabetes podem funcionar como fatores de risco no aparecimento desta doença. Normalmente são realizadas várias consultas onde se procede ao diagnóstico e de seguida a rigorosos e cuidados procedimentos de destartarização e alisamento das raízes dos dentes com o objetivo de se removerem as bactérias que se encontram na sua superfície.
Em situações de doença mais avançada pode ser necessário recorrer a pequenas intervenções cirúrgicas com utilização de anestesia local.

Dentisteria

É a área da Estomatologia/ Medicina Dentária que permite restituir a anatomia dentária perdida por uma lesão de cárie. A cárie é uma doença oral de causa multi-fatorial, cujos fatores incluem uma alimentação rica em açúcares, presença de placa bacteriana, alterações da saliva e características dos próprios dentes, entre outros.
O tratamento passa pela remoção de toda a estrutura dentária que se encontre cariada, e a sua substituição com um material restaurador altamente biocompatível: a resina composta ou compósito.
Para além da cárie dentária, a Dentisteria poderá resolver situações de traumatismos e fraturas dentárias, alterações de cor ou malformações dentárias congénitas.
Um dos aspetos fundamentais destas restaurações é a estética, isto é a semelhança de cor entre o material e a remanescente estrutura dentária.
Os materiais restauradores que utilizamos permitem-nos obter trabalhos com elevada qualidade estética e duradouros no tempo.

Ortodontia

O diagnóstico, a prevenção e o tratamento de alterações dentárias (mau posicionamento dentário) e esqueléticas (crescimento/posicionamento incorreto dos maxilares) são responsabilidades da Ortodontia. Essas alterações são designadas de má oclusão, que significa “mordida incorreta”. Os problemas de má oclusão (a forma como os dentes superiores e inferiores encaixam) podem ser hereditários e/ou adquiridos, originados quer por hábitos como o uso prolongado de chupeta ou a sucção do polegar, quer por perda precoce de dentes de leite ou definitivos, para além de outros fatores.
Assim o paciente pode apresentar diastemas, dentes apinhados, sobremordida, em que os dentes superiores cobrem grande parte dos inferiores, ou mordida aberta, na qual os dentes superiores e inferiores quase não se tocam, ou ainda mordida cruzada, entre outras alterações.
Existe um grande conjunto de soluções de tratamento, que devem ser adaptadas às necessidades específicas de cada paciente:
 • Aparelhos fixos com brackets em metal ou cerâmica, cuja cor é semelhante à do    
  próprio dente;
 • Aparelhos fixos auto-ligáveis, que permitem a utilização de forças ortodônticas mais
  leves e evitam as extrações dentárias na maioria dos casos clínicos;
 • Aparelhos removíveis;
 • Aparelhos ortopédicos;
 • Aparelhos funcionais;
 • Aligners.
O tratamento ortodôntico em adultos é cada vez mais prática corrente, pois possibilita uma reabilitação oral de fundo, permitindo realizar um melhor trabalho em termos de colocação de implantes ou coroas, permitindo não só um melhor resultado estético, mas também uma maior longevidade da reabilitação efetuada.
Em casos com alterações esqueléticas mais graves poderá ser necessário efetuar um tratamento combinado ortodôntico-cirúrgico, em que se combina o uso de um aparelho ortodôntico com uma cirurgia ortognática. O correto alinhamento das arcadas dentárias permite uma maior estabilidade e distribuição das forças mastigatórias, diminuindo o trauma e aumentando a longevidade das estruturas circundantes, nomeadamente os músculos faciais e a articulação temporo-mandibular (ATM).
Esta é uma área de longa experiência da nossa equipa, que tem procurado acompanhar a evolução clínica e tecnológica, com formação permanente e permitindo ter ao dispor os mais evoluídos métodos de tratamento da atualidade.

Próteses fixas e removível

A Prostodontia é a área da Estomatologia/ Medicina Dentária cujo objetivo se centra no restabelecimento e manutenção das funções mastigatória, fonética e estética. A Prostodontia, em conjunto com outras especialidades dentárias, é responsável pelo restabelecimento das funções orais, através da reconstrução e reparação dos dentes danificados bem como da colocação de próteses dentárias (unitárias, parciais ou totais) que visam a substituição dos dentes em falta. Quando falamos de próteses removíveis existem essencialmente dois tipos: as acrílicas e as esqueléticas. A que melhor se adequa em cada situação é avaliado pelo clínico de modo a proporcionar o maior conforto e adaptabilidade a cada pessoa.

As próteses fixas por sua vez dividem-se também em dois grupos: as dento-suportadas e as implanto-suportadas. Quando nos referimos às dento-suportadas englobamos todas as próteses fixas que são apoiadas na estrutura dentária remanescente, normalmente na raiz do dente, como as coroas e as pontes. Existem ainda as facetas dentárias, finas lâminas de cerâmica que são cimentadas no dente, que permitem corrigir alterações de cor e/ou de forma, sem que isso implique grandes alterações na estrutura dentária. Quanto às implanto-suportadas referimos as coroas, pontes e próteses hibridas que são suportadas em implantes integrados no osso remanescente que o paciente tem. O material que utilizamos para a construção destes trabalhos fixos, as coroas e as pontes, é a cerâmica, um material extremamente resistente e com uma aparência exatamente igual ao dente natural. A cerâmica dos trabalhos fixos realizados na clínica é NobelProcera®, uma marca credenciada mundialmente e com provas dadas nos mercados há vários anos.

Higiene Oral

O principal objetivo da consulta de Higiene Oral é a promoção de saúde e prevenção de doenças orais. Garante ainda a manutenção dos tratamentos realizados e uma melhoria estética. As visitas regulares à consulta de Higiene Oral são um fator determinante na manutenção dos seus dentes. Uma boa higiene oral caracteriza-se pela correta eliminação dos restos alimentares e é um obstáculo à fixação nos dentes e nas gengivas de um conjunto de bactérias que, se não forem removidas, darão origem à formação de placa bacteriana e tártaro, as principais causas de cáries e doenças periodontais. Se apresentar sintomas como hemorragia ou dor nas gengivas durante a escovagem, mau hálito e sensibilidade constante, marque uma consulta com o seu médico/higienista.

Oclusão

A oclusão dentária é a forma como os seus dentes se relacionam entre si, o modo como os dentes inferiores articulam com os dentes superiores.
Numa oclusão ideal existe uma correta relação entre os maxilares e ainda um posicionamento dentário que permita a manutenção de todas as funções orais, a mastigação, a fonação, a deglutição e a estética. A má-oclusão dentária pode levar à alteração de uma ou todas estas funções, e em alguns casos, à disfunção temporo-mandibular (DTM).
A DTM é uma patologia resultante do funcionamento anormal dos músculos da mastigação, da articulação temporo-mandibular (ATM), e das estruturas associadas na região buco-facial ou cervical. Pode provocar dores de cabeça ou pescoço, ruídos articulares (estalidos), zumbidos no ouvido, travamento ao abrir ou fechar a boca, limitação de abertura bucal, desgaste nos dentes e dificuldades na mastigação. Em estreita interdependência com todas as outras áreas, e sendo um dos objetivos a atingir em qualquer intervenção em saúde oral, a oclusão dentária é a base da estabilidade do aparelho mastigatório.
Decorrente da nossa prática clínica e pela natureza multifatorial da disfunção, estamos aptos a poder orientar o diagnóstico e tratamento destas situações, muitas vezes de carácter multidisciplinar com recurso a várias valências clínicas.

Odontopediatria

A Odontopediatria é a área da Estomatologia/ Medicina Dentária que promove a saúde oral infantil e tem como principal objetivo a manutenção de uma dentição saudável até que os pequenos pacientes cheguem à idade adulta.
O acompanhamento especializado desde os primeiros anos é bastante importante para uma dentição saudável, com uma estética e função adequadas. Alguns tratamentos são semelhantes aos dos adultos, mas a Odontopediatria oferece tratamentos exclusivos tendo em conta as especificidades de cada faixa etária.
Os problemas dentários podem surgir bastante cedo, pelo que se recomenda que a primeira consulta se realize a partir do momento em que nasçam os primeiros dentes, normalmente entre os 6 meses e 1 ano de idade. O medo e a ansiedade estão normalmente associados à ida ao dentista. No entanto, o clínico tem formação específica para lidar com os medos da criança, transformando a consulta numa experiência positiva e até mesmo divertida. Mas se a modulação comportamental não for suficiente para tranquilizar a criança, o médico pode recorrer à sedação consciente.
O método mais usual é a sedação por inalação de protóxido de azoto. É uma técnica fácil e segura, que acalma a criança e que permite que a mesma permaneça consciente.

Endodontia

A endodontia é a área da Estomatologia/ Medicina Dentária responsável pelo tratamento de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais. O tratamento endodôntico não cirúrgico está indicado em casos de cáries profundas com comprometimento pulpar, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endoperiodontais, necessidades protéticas e outras patologias endodônticas, pretendendo manter o dente na cavidade oral e garantir a saúde dos tecidos periodontais. Este tratamento pode ser realizado por variadas técnicas, sendo a instrumentação mecanizada a vertente mais recente, composta por limas de NITI acopladas a um motor elétrico. A instrumentação rotatória com instrumentos de níquel-titânio, apresentam uma verdadeira “revolução na técnica endodôntica” pois permite ao profissional realizar um tratamento de canal radicular de maneira mais eficaz.

Casos Clínicos

Conheça alguns dos nossos casos de sucesso!

Faça a sua marcação

TELEFONE
TLF. +351 265 237 316

TLF. +351 914 867 044
E-MAIL

Através de e-mail, a sua marcação só ficará garantida após resposta do nosso assistente.



Contacte-nos

Praça de Portugal, Nº 5 - 1ºA
      2910-640 Setúbal

38°31’48.69"N 8°52'32.3"W
+ (351) 265 237 316
+ (351) 914 867 044
www.setimplante.pt 
setimplante@net.vodafone.pt